cadastre-se entrar

Connect with Facebook

Uma confirmação de registro será enviada para você por email.


Connect with Facebook

Perdeu a senha?

Você conhece o Kobe Beef? A carne bovina mais macia, suculenta e cara do mundo!!


O boi da raça japonesa wagyu  é o responsável pela produção de uma das carnes mais caras do mundo, que chega a ser vendida por até US$ 1.000 o quilo no Japão.

Wagyu carne

Essa carne, conhecida como “kobe beef”  é uma referência à cidade japonesa de Kobe, de onde o gado se origina– é encontrada no Brasil por um preço mais baixo, ainda assim salgado. Em São Paulo, o quilo da carne pode chegar a R$ 326 (ou US$ 102). Em restaurantes uma porção de 400 gramas vale mais de R$ 200 -o que, por quilo, equivaleria a R$ 681 (US$ 213)

O preço e o delicioso sabor do Kobe beef são justificados pelo tratamento de luxo dos animais. Todo um processo de criação diferenciada é feito, e por isso concede a carne características únicas. A principal característica do Kobe beef, é possuir uma grande concentração de marmoreiro, que é a gordura entre as fibras. A gordura fica entremeada na carne, e por isso ela é extremamente macia e saborosa.

Os bois da raça Wagyu são criados a base de grãos especiais, e possuem cerveja e maçã na alimentação. Os animais bebem cerveja diretamente da garrafa, pois segundo os criadores, estimula a comer mais. Além disso, são escovados todos os dias com saque para eliminar as moscas e carrapatos, recebem seções de massagem regularmente, fazem acupuntura, dormem em tapetes térmicos e escutam musicas clássicas para acalmar os ânimos. Uma verdadeira vida de luxo, que vai resultar em uma carne com textura, sabor e cor incríveis.

Wagyu

Certamente dentro do “top five” dos melhores ingredientes que possuímos no mundo, o Kobe beef é a excelência em carne. Os animais da raça Wagyu possuem predisposição genética para produzir carne marmorizada (com veios de gordura entremeados em suas fibras, imitando uma pedra de mármore). A gordura fica entremeada na carne deixando-a extremamente macia e saborosa. Por essa razão, ela é quase sempre servida apenas levemente grelhada e não se tempera com nada além de sal e pimenta, nada de molhos ou temperos fortes, para não camuflar o sabor e haver interferências no gosto.

Segundo dados da Associação dos Criadores de Wagyu no Brasil, existem cerca de 50 criadores de wagyu no Brasil.

O rebanho total é de 5 mil cabeças de gado puro e mais de 30 mil provenientes de cruzamento da espécie com outras raças. A oferta é pequena e o mercado para uma carne tão cara ainda é restrito. As criações se concentram nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, Paraná e Rio Grande do Sul.

 

RECEITA SIMPLES E RÁPIDA DE CHORIZO DE WAGYU COM SALADA.

Wagyu beef

Ingredientes

  • 1 bife(s) de chorizo de Wagyu
  • sal e pimenta-do-reino a gosto
  • azeite para pincelar

A grande diferença da carne desta raça em relação às outras é a farta quantidade de gordura entremeada, o famoso marmoreio, que proporciona sabor e maciez.

Como com qualquer outra carne, o tempo de grelha vai depender do gosto e da potência do fogo. O melhor indicativo de que é hora de virar o bife é a cor bem dourada.

Só depois de um lado selado é que ele pode ser untado com o azeite e temperado com o sal. Fique atento à superfície já dourada: quando começarem a se formar bolhinhas de sangue, é hora de tirar do fogo.

Uma vez fora do fogo, é hora de moer a pimenta-do-reino sobre a carne.

Por ser uma carne de sabor amanteigado, o ideal é servir com um acompanhamento, como uma salada Caesar por exemplo. Legumes grelhados também ficam ótimos como acompanhamento.

 

Tags: , ,

Deixe seu comentário

publicidade