cadastre-se entrar

Uma confirmação de registro será enviada para você por email.


Perdeu a senha?

Nidi com galinha-d’angola, molho dijon, cogumelos paris e amêndoas torradas


Nidi com galinha d'Angola

Chef Janine Sad

foto: Ricardo Bhering

Pratos simples, muito saborosos e com um olho na tradição e outro na harmonização de um bom vinho. Esses são os fundamentos das receitas da Cavist, rede de restaurantes da empresária, gourmet e gourmande Janine Sad. Na composição do prato, originalmente concebido para fettuccine, usado aqui com o nidi da Piraquê, a massa ganha guarnições adequadas para cumprir com a sua função do lado de uma boa taça de vinho: o sabor intenso da galinha-d’angola, a textura dos cogumelos e do creme de leite, o travo da mostarda autêntica e o contraste com as amêndoas, em receita de fácil execução. Mas Janine adverte: “na hora de fazer o caldo, peça os ossos da ave ao açougueiro e cozinhe-os longamente, em fogo baixo, reduzindo o líquido para uma maior intensidade no paladar”.

pela chef Janine Sad, do Cavist , Rio de Janeiro.

Ingredientes:

• 400g de Nidi Grandur Piraquê
• 4 peitos de galinha-d’angola de 100 gramas cada
• 300ml de creme de leite fresco
• 4 colheres de sopa de mostarda Dijon Ancienne
• 10 unidades de cogumelos paris frescos e fatiados
• 50g de amêndoas fatiadas e torradas
• Meio litro de caldo de galinha-d’angola

 

Modo de preparo:

• Cozinhe a massa em 5 litros d’água, escorra e reserve.
• Tempere os peitos de galinha-d’angola com sal e pimenta-do-reino.
• Grelhe os peitos, fatie e reserve.
• Na frigideira em que grelhou os peitos, dispense o óleo e salteie os cogumelos.
• Adicione metade do caldo da galinha, deixe reduzir.
• Adicione o creme de leite, a massa, a mostarda e a galinha.
• Deixe por um minuto em fogo baixo para apurar os sabores.
• Sirva na hora, finalizando com as amêndoas.

 

Rodape-piraque

 

Tags:

Deixe seu comentário

publicidade