cadastre-se entrar

Connect with Facebook

Uma confirmação de registro será enviada para você por email.


Connect with Facebook

Perdeu a senha?

Napa, o paraíso dos vinhos da Califórnia.


No paraí­so dos vinhos da Califórnia, um roteiro para não perder a linha – a reta, inclusive.

IMG_1144IMG_1137IMG_1203
IMG_1166

Não espere pelo charme dos franceses, pelo exotismo dos turcos ou pela diversidade dos alemães. Napa Valley é a Disneylândia dos vinhos, um destino fácil e seguro para quem curte bons rótulos, comida de qualidade e conforto. Localizada a apenas 80 quilômetros de São Francisco, a região agrega cidades pequenas e aconchegantes providas de ótimas pousadas e viní­colas por todos os cantos. São mais de 300 delas, concentradas em meros 50 quilômetros de estrada, um prato cheio para qualquer enófilo, do iniciante ao experiente.

IMG_0599
IMG_0216
IMG_1357
Eat12---Viagem---Napa-04---Clos-Pegase IMG_0574

Em meio a tantas opções é comum ver turistas emendando uma vinícola na outra numa tentativa de aproveitar as poucas horas de visitação – a maioria fecha as portas entre 4 e 5 da tarde. A ideia, porém, não é das melhores. Vinho e pressa, definitivamente, não combinam. Se você tem poucos dias na região, esqueça a interminável winery list e faça escolhas. Napa é como Nova York: por mais que se visite, é impossível conhecer tudo.

Eat12---Viagem-Napa-01
IMG_0161
IMG_0114
Clos-du-Val-7
O que fazer em Napa Valley.
Napa é uma região pacata bastante procurada por casais em lua-de-mel. Portanto, esqueça a programação noturna, inexistente na área. Para aproveitar a cidade o ideal é começar o dia cedo e chegar às vinícolas no momento de sua abertura, a partir das 10 da manhã. Os tours oferecidos pelas vinícolas são interessantes, porém todos muito parecidos. A melhor opção é fazê-los no primeiro dia de viagem para entender a região e suas características. Isso garante um melhor aproveitamento nas outras visitas e ainda livra o turista de se prender a horários de visitas guiadas.
Eat12---Viagem---Napa-03
IMG_0238
Eat12---Viagem---Napa-07
IMG_0310
IMG_1262
IMG_1261
Eat12---Viagem---Napa-05---Clos-Pegase
IMG_0416
A Clos Pegase oferece um dos tours mais simpáticos. As explicações são conduzidas por funcionários brincalhões e quem opta pela degustação ao fim do trajeto não paga pelo serviço. A Clos Pegase permite ainda dividir as degustações entre até três pessoas, uma ótima forma de se provar um pouco de tudo sem exagerar na dose. Na hora de escolher os vinhos, privilegie os exclusivos da vinícola. Os outros rótulos são facilmente encontrados nos supermercados e restaurantes locais com pouca diferença de preço. Apesar da maioria das viní­colas manter as portas abertas ao longo do dia, algumas exigem reserva. É o caso da Opus One, da James Creek e da Robert Biali. Portanto, quem faz questão de conhecer um produtor especí­fico deve reservar o passeio. Nesses casos costuma-se exigir o número do cartão de crédito. Isso acontece porque alguns turistas, em meio a tantas taças, se esquecem do roteiro e não aparecem. Se desistir no meio do caminho, saiba que a cobrança virá depois.
IMG_0422
_Robert-Biale
Como em qualquer região com grande número de vinícolas, Napa oferece tanto a grandiosidade de uma Chandon e de uma Mumm quanto o clima de cidade do interior da Frank Family Vineyards. Todas têm sua graça, mas o charme de Napa pertence aos pequenos produtores, muitas vezes nem apontados no mapa. Vale se embrenhar pelas ruas sem sinalização e apreciar plantações pequeninas com espantalhos garantindo a paz das poucas parreiras.
IMG_0228
IMG_0743
As histórias da época da lei seca, contadas pela terceira geração desses pequenos produtores, também garantem bons momentos. Já as grandes vinícolas impressionam pelos enormes terrenos e construções dignas de filme. Não à toa a mais impressionante é de propriedade de Francis Ford Coppola, onde se leva mais de dez minutos dirigindo do portão principal ao estacionamento. A Rubicon State, que exibe com orgulho o nome do cineasta pelas paredes, é concorrida a ponto de criar fila ao longo de seu extenso balcão.
Eat12---Viagem---Napa-08
Apesar de não oferecer opções para os notívagos, existem ótimos restaurantes em Napa. Se de dia a programação se resumiu a vinhos, à noite ela se resumirá à comida e… vinhos. Yountville oferece pelo menos dez excelentes restaurantes a poucos quilômetros de sua avenida principal, sendo quatro do aclamado chef Thomas Keller. Já St. Helena concentra butiques, lojas de azeites, livrarias e pet shops grã-finas, além de restaurantes moderninhos e bistrôs. Uma terceira alternativa é jantar em Downtown Napa , onde o bar de tapas Zuzu forma fila na porta.
IMG_0637
Zuzu_0044
IMG_1487
zuzu_shot40097_copy
Quando ir.
A melhor época do ano para se visitar Napa é nos meses de setembro e outubro, quando acontece a colheita. É uma oportunidade para provar uva direto do pé e ainda participar de festas e rituais como a pisa em lagares. O clima também ajuda. Quase não chove, os dias são ensolarados e as noites frescas.
Tags:

Deixe seu comentário

publicidade