cadastre-se entrar

Uma confirmação de registro será enviada para você por email.


Perdeu a senha?

Dinnerware – As tendências do bom gosto à mesa no Festival de Design de Londres


O design à mesa começa na cozinha. Mas continua nos pratos, nos copos, nos talheres e nos utensílios. Hoje, o apuro nas linhas do chamado dinnerware tornou-se foco de grandes escritórios de todo o mundo, mesmo aqueles que se dedicam a grandes construções exteriores ou dos mais chiques projetos de interiores.

Mas nas pequenas peças de uma mesa revela-se o novo traço da gastronomia. Prova disso é o London Design Festival, que, em meio a instalações que tomaram as ruas da capital britânica gigantescas no conceito e impressionantes na execução, mostram quais os rumos do novo design do bom gosto à mesa.

Em tempos de culinária paleolítica, duas expressões chamaram a atenção da feira. Uma, a da sueca Marie Eklund, baseada em achados arqueológicos. Simples, chiques, decorativos. Outra, a da jovem dupla inglesa Abigail Booth e Max Bainbridge, Forest + Found, com sua linha de utensílios primitivos, que vão de potes talhados em madeira a colheres de serviço em ferro fundido. São leves, duráveis e com padrão para compor a decoração mesmo fora da mesa.

Na área da geometria, as atenções ficaram por conta das toalhas de mesa da também sueca Nordic Kink. São padrões em forma de hexágono, com grafismos com impacto de 3D, produzidos em silicone. Limpos, lindos e fáceis de usar.

A belíssima coleção Salamanca, vem da Canvas Home, de Barcelona, com suas peças, do par de xícaras ao jogo de pratos, todos com acabamento em pintura escovada e montagem em terracota. As linhas simples e o acabamento refinado estão na linha de louças brancas para a mesa japonesa, elaborada pela Elliot Ceramics.

 

Tags:

Deixe seu comentário